Tudo sobre a revisão do FGTS: O Guia Completo

17 jun, 2021

A revisão do FGTS é a ação que busca a substituição da Taxa de atualização dos saldos da poupança do FGTS por outro índice que melhor reflita a inflação.

Muitos empresários e empregadores têm duvidas em relação a validade dessa revisão e quais as consequências dessa revisão.

Tendo em vista as dúvidas envolvendo esse tema, a Equipe Moraes Monteiro preparou um texto exclusivo para que você saiba tudo sobre a revisão do FGTS.

Com esse texto você saberá:

  • Como fazer a revisão do FGTS?
  • O que é revisão do FGTS?
  • Qual o prazo para a revisão do FGTS?
  • Como solicitar a revisão do FGTS?

Revisão do FGTS: Como fazer?

Para fazer a revisão do FGTS é necessário ingressar com ação judicial, por intermédio de um advogado.

Por se tratar de uma ação judicial para a revisão do índice monetário, todos os atos deverão ser acompanhados por advogado.

revisão do FGTS

Portanto, tendo em vista que os processos que estão em andamento e a possibilidade de ingressar com nova ação, é indispensável que todos os interessados estejam assistidos por advogado ou defensor público.

Além disso, o advogado tem maior conhecimento técnico para embasar e formalizar o pedido, evitando prejuízos ao seu direito de revisão.

Nesse texto, elaboramos um passo a passo para você saber se tem direito à revisão do FGTS.

Qual o prazo para revisão do FGTS?

O prazo para julgamento das ações que buscam a revisão do FGTS foi adiado.

Indicamos assim, que o ingresso da ação o mais rápido possível, enquanto não há o julgamento final do assunto.

Com o adiamento do julgamento, situação em que ficaremos aguardando que o STF coloque em pauta a ação, proporcionará mais tempo para que os trabalhadores ingressem com a ação.

Bem como nós, advogados, teremos tempo para nos preparar para ação e especificar com maior clareza o pedido.

Por isso, se você tem interesse na revisão do FGTS, não perca tempo e fique atento, visto que o STF pode modular o efeito da sentença apenas para as ações em andamento.

Mesmo que ainda não tenha uma decisão específica sobre o assunto, a nossa recomendação jurídica é de que a ação seja proposta o mais rápido possível para que o trabalhador interessado não perca seu direito de revisão.

Entenda tudo sobre a revisão do FGTS de 1999 a 2013.

Esclarecimentos da Defensoria Pública sobre o prazo da revisão

O interesse no assunto foi reavivado com a proximidade do julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF) da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 5090, marcado para 13 de maio.

O julgamento da ação de revisão do FGTS que estava marcado para o dia 13 de maio de 2021 foi adiado, por esse motivo o assunto gerou grande repercussão.

Apesar de muitos trabalhadores que já estavam com a ação em andamento ficarem desapontados, o adiamento trouxe vantagem para aqueles que ainda não buscou seus direitos.

Os efeitos da decisão podem ser modulados, ou seja, somente terem validade para quem ingressou com a ação.

Entretanto, isso dependerá da decisão do próprio Supremo Tribunal Federal.

Revisão do FGTS e prescrição

O prazo para prescrição da ação de revisão do FGTS é um tema que gera várias dúvidas.

Para parte da corrente de doutrinadores acredita que o prazo para prescrição é de 30 anos, ou seja, prescrição trintenária.

Esse entendimento é baseado na súmula 210 do STJ que prevê que a ação de cobrança de contribuições par ao FGTS prescreve em trinta anos.

Para a outra parte, o prazo de prescrição é o quinquenal por ser o prazo amparado pelo RE 522.897-RN e ARE 709.212.

Entretanto, é necessário aguardar a decisão do STF em relação ao assunto, não é possível antever qual o entendimento sobre prescrição adotado pelos tribunais.

Revisão do FGTS pelo IPCA

Revisão do FGTS de 1999 a 2013 é a ação que busca substituir a Taxa Referencial (TR) aplicada como fator de remuneração dos saldos das contas vinculadas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) por outro índice que melhor reflita a desvalorização monetária.

Os depósitos nas contas do FGTS vêm sendo remunerados, a partir de 30/04/1993 pela TR, que é divulgada e calculada pelo Banco Central do Brasil (BACEN).

A Lei 8.177/1991, em seu artigo 17, caput, determina que os saldos das contas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) serão remunerados pela taxa aplicável à remuneração básica dos depósitos de poupança com data de aniversário no dia 1°, observada a periodicidade mensal para remuneração.

Entretanto, o índice de remuneração da caderneta de poupança não é um meio adequado para correção monetária.

A remuneração aplicada a caderneta de poupança reflete a taxa média de juros negociadas no mercado secundário com Letras do Tesouro Nacional.

Por isso, discute-se a substituição por índices criados especialmente para refletir os efeitos da inflação, como o Índice de Preços ao Consumidor (IPCA), divulgado pelo INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE), e o Índice de Preços ao Consumidor IPC, divulgado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

FGTS: o pagamento está correto?

Além da revisão do FGTS, é importante verificar se o pagamento mensal do FGTS ou o FGTS devido na rescisão de trabalho foi pago corretamente.

O FGTS é o Fundo Garantidor do trabalhador Segurado, ele existe com objetivo de fornecer uma garantia para o trabalhador que foi demitido sem justa causa.

pagamento revisão fgts

O FGTS é constituído por meio de depósitos mensais realizados pelos empregadores em conta vinculada aos trabalhadores e tem por fim garantir ao empregado estabilidade no emprego, além de auxílio monetário em caso de despedida sem justa causa.

De acordo com a legislação, no início de cada mês o empregador deve depositar, em conta aberta na Caixa Econômica Federal, em nome do empregado, valor correspondente a 8% (oito por cento) da remuneração deste.

Quem tem direito ao FGTS?

A revisão do FGTS engloba qualquer trabalhador brasileiro com contrato de trabalho regido pela Consolidação das Leis do Trabalho – CLT.

Assim, qualquer trabalhador que tenha contrato de trabalho a partir 1999 poderá requisitar a revisão do FGTS.

Por exemplo:

  • Trabalhadores rurais;
  • Trabalhadores intermitentes;
  • Trabalhadores temporários;
  • Trabalhadores avulsos;
  • Safreiros (operários rurais, que trabalham apenas no período de colheita);
  • Atletas profissionais (jogadores de futebol, vôlei, etc.);
  • Diretor não empregado poderá ser equiparado aos demais trabalhadores sujeitos ao regime do FGTS e;
  • Empregado doméstico.

Dessa forma, a tese da revisão do FGTS engloba qualquer trabalhador brasileiro com contrato de trabalho regido pela Consolidação das Leis do Trabalho – CLT – e que possua saldo no Fundo a partir de 1999.

Mesmo que tenha sacado o valor ou esteja aposentado atualmente, ainda sim poderá entrar com a ação de revisão para obter a restituição dos valores pagos a menor, uma vez que tal revisão não ocorre automaticamente.

Qual a fundamentação para a revisão do FGTS?

A fundamentação da revisão do FGTS baseia-se no fato de que a taxa referencial não acompanha a reposição da moeda em relação a inflação.

Dessa forma, a TR deveria ser substituída por outro índice que reflita a inflação, como por exemplo, pelo IPCA-E, INPC.

O FGTS tem relevante papel social na prática das políticas públicas no Brasil e para os trabalhadores.

Foi criado com o objetivo de dar ao trabalhador estabilidade no trabalho e alguma segurança financeira em caso de demissão sem justa causa.

Escrevemos um texto completo que esclarece como solicitar a revisão do FGTS.

Quais os documentos necessários para solicitar a Revisão do FGTS?

Para realizar a revisão é necessário apresentar alguns documentos específicos, vejamos cada um deles a seguir.

documentos necessários fgts

Para a revisão do FGTS são necessários os seguintes documentos:

  • Cópia do Documento de Identidade;
  • Cópia do CPF;
  • Comprovante de Residência;
  • Cópia da Carteira de Trabalho que apresente o número do PIS;
  • Extrato do FGTS disponibilizado pela Caixa Econômica Federal a partir de 1991 do trabalho com carteira assinada.
  • A não recomposição do valor da inflação do período compreendido entre 1999 a 2013 evitou ganhos expressivos dos trabalhadores.

Perguntas frequentes sobre ação de Revisão do FGTS

Para esclarecer todas as dúvidas, separamos as dúvidas mais frequentes em relação à revisão do FGTS para você ficar por dentro de todas as atualizações.

Revisão do FGTS é verdade?

Sim, a revisão do FGTS é verdadeira. Na verdade, são várias ações propostas desde de 2014 que buscam a revisão do índice de atualização do saldo do FGTS, buscando um índice que melhor reflita a inflação.

Como pedir a revisão do FGTS?

Para pedir a revisão do FGTS é necessário ingressar com a Ação Judicial, através de Advogado, solicitando a revisão do FGTS.

Revisão do FGTS: Alguém já recebeu?

Não, ainda ninguém recebeu!
Até o momento, as decisões foram NEGATIVAS para essa revisão.
As demais ações estão suspensas aguardando julgamento final pelo STF.

Entendeu melhor sobre a revisão do FGTS?

Muitos empresários e empregadores têm dúvidas em relação aos benefícios da revisão do FGTS e como requerer.

Principalmente, devido as mudanças legislativas corriqueiras em razão da pandemia de Covid-19.

É importantíssimo que todos fiquem atualizados com as regras publicadas na legislação, visto um cenário de imprevisibilidade e incertezas.

Com relação às recentes mudanças legislativas, nossos advogados escreveram dois textos sobre o assunto: sobre as regras trabalhistas e sobre a MP 1046.

A revisão do FGTS traz a possibilidade de rever o índice monetário aplicado aos fundos do FGTS, restituindo as perdas que podem ter ocorrido durante a aplicação desse índice.

Portanto, se você verificou que tem direito a revisão do FGTS, não perca tempo para ingressar com a ação.

Caso esteja precisando de ajuda, o ideal será marcar uma consulta para esclarecimento das dúvidas com maior proximidade e uma comunicação esclarecedora.

Advogado assinando revisão FGTS

Esperamos que o texto tenha sido benéfico para você!

Ficou com alguma dúvida sobre o texto? Mande uma mensagem para nós!

A equipe do Moraes Monteiro Advocacia estará disposta em prestar todos os esclarecimentos necessários.

4 vantagens do cliente Moraes Monteiro:

  • Atendimento personalizado via WhatsApp
  • Consultas totalmente digitais
  • Atendimento em todo território nacional
  • Videoconferência proporcionando uma comunicação eficiente
Advogado Luis Otávio Moraes Monteiro

Olá! Você sabe qual é a importância do advogado?

Ter o auxílio de um advogado de confiança é fundamental para reduzir os riscos e ter sucesso em seu caso jurídico.

Com experiência em SP e todo Brasil, estou à disposição para te ajudar nas questões jurídicas que necessitar.

Agende a sua consulta

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Moraes Monteiro Advocacia é um escritório estabelecido em São José do Rio Preto, São Paulo, fundado pelo advogado Luis Otávio Moraes Monteiro.

Composto por profissionais com experiência em diversas áreas do Direito, focamos em uma atuação multidisciplinar, a fim de chegarmos às melhores soluções jurídicas para nossos clientes.

Com mais de 66 avaliações no Google (nota 4.9 de 5.0), estamos à disposição para te ajudar nas questões jurídicas que necessitar.

×

Fale conosco por WhatsApp

Olá! Clique abaixo para conversar com a gente por WhatsApp

×